Sergipe 2x0 CSA

Nada mudou no grupo A4 do Campeonato Brasileiro da série D. O Sergipe venceu o CSA por 2 a 0; manteve a liderança de forma invicta, agora com 13 pontos; já o CSA continua sua sina na lanterna da competição ainda sem vencer e sem balançar a rede dos rivais. Gols de Parral e Ila para os sergipanos.

A partida da sexta rodada foi marcada com tiroteio na frente do Estádio Fernando França, em Carmópolis, onde dois torcedores do Sergipe foram baleados.

Líder isolado, o Sergipe folga com tranquilidade na sétima rodada, pois não poderá ser alcançado pelos seus concorrentes. A equipe Colorada volta a campo no dia 11 de agosto, pela oitava rodada, contra o Juazeirense, no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro. O mesmo Juazeirense será o adversário do CSA, mas pela sétima rodada, no próximo domingo, às 16h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

Quando a fase é ruim

Os visitantes dominaram o início do jogo. Pablo foi obrigado a fazer grande defesa no chute de Patrick. Ele recebeu lançamento de Paulinho na entrada da área e mandou um canudo! Só que o goleiro colorado estava bem colocado e salvou seu time.

O Sergipe criou boas oportunidades nos contra-ataques. Primeiro com Fabinho Cambalhota, que mandou longe da meta. Mas o lateral Parral não perdeu a oportunidade. Em boa tabela com Leandro Kível pela direita, ele penetrou pela ponta e mandou uma bomba, indefensável para Flávio.

A partir daí só deu Sergipe. Principalmente com dupla Leandro Kível e Parral, que trocavam passes pela direita. Mas o goleiro Flávio já estava esperto com os dois colorados. Até que pela esquerda David ficou livre, de frente para o gol, porém chutou completamente errado e desperdiçou a oportunidade de ampliar para o Sergipe.

Nas poucas chances de gol, os jogadores do CSA mostraram porque a fase é tão ruim. Após cobrança de falta, a zaga do Sergipe vacilou, só que nenhum azulino conseguiu aproveitar o lance. Nos acréscimos, Rony conseguiu balançar a rede, mas a arbitragem acusou impedimento e anulou a jogada.

Quando a fase é boa

Na etapa final, o Sergipe mostrou porque é líder invicto da competição: tem um goleiro de muita qualidade. Pablo foi determinante na frente dos atacantes azulinos. A equipe colorada não voltou do intervalo atenta e sobrou para o camisa 1 segurar o desejo alagoano de acabar com a má fase.

O CSA chegou com mais perigo através de cobranças de faltas. Na primeira, no chute de Alisson, o arqueiro segurou com tranquilidade; e depois mandou para escanteio na cobrança de Patrick. Com bola rolando, Sinval assustou o torcedor local ao ficar livre, mas chutou fraco facilitando o serviço de Pablo.

Mas um bom time não vive de uma boa defesa. O atacante Ila entrou no lugar de Fabinho Cambalhota e fez uma bela jogada individual. No lance, ele chamou a zaga azulina para dançar, passou pela marcação, puxou para bater e fez um belo gol. O gol que garantiu o Sergipe na liderança e o CSA na lanterna do grupo A4.

0 comentários:

Postar um comentário

- Não exagere nos comentários, zoações são permitidas, comentários racistas, xenófobos, preconceituosos serão deletados.

Mural