Caxias 1x2 Inter de Lages

Por Caxias do Sul

Foi com boa dose de drama e belo gol já nos acréscimos, mas o Inter de Lages conseguiu a virada por 2 a 1 sobre o Caxias, neste domingo, no Estádio Centenário, e largou com vantagem no mata-mata válido pela 2ª fase da Série D do Brasileirão. O Grená saiu na frente com Ícaro. Gustavo empatou para o Leão ainda no primeiro tempo, e Marcelinho Paraíba anotou o gol da vitória, aos 49 da segunda etapa.

Com o resultado, os catarinenses podem até perder o duelo da volta por 1 a 0, que garantem a vaga nas oitavas de final da competição. As duas equipes tornam a se enfrentar no próximo domingo, às 11h, no Estádio Vidal Ramos, em Lages.

Caxias x Inter de Lages (Foto:  Geremias Orlandi/Divulgação)Inter de Lages vence o Caxias no jogo de ida da 2ª fase da Série D (Foto: Geremias Orlandi/Divulgação)
 
O duelo começou equilibrado. O Caxias tentou fazer valer o mando de campo e iniciou no ataque. Mas foi o Inter de Lages que levou mais perigo. Aos 11, Gustavo foi derrubado dentro da área., Marcelinho Paraíba executou a cobrança, mas Marcelo Pitol fez a defesa. Quatro minutos mais tarde, Ícaro aproveitou cobrança de falta de Marlon e colocou o Grená em vantagem.

O Inter chegou ao empate aos 37. Gustavo recebeu lançamento de Marcelinho Paraíba e tocou na saída de Marcelo Pitol. O duelo seguiu equilibrado na segunda etapa. O Caxias pressionou e mandou duas bolas no travessão, mas acabou surpreendido por Paraíba, que anotou o tento da vitória, no último minuto de partida. O meia experiente recebeu na entrada da área e emendou de esquerda, no ângulo de Pitol.

Campinense 2x1 Globo

Por Campina Grande

Começou morno, mas foi esquentando e pegou fogo no segundo tempo. Assim foi a vitória, por 2 a 1, do Campinense em cima do Globo FC, de virada, na noite deste domingo, no Estádio Amigão, em jogo válido pela partida de ida da segunda fase da Série D do Brasileiro. Os gols da Raposa foram de Alex Sandro e Danilo. Já o Globo marcou com Romarinho.

Com esta vitória, o Campinense conquista uma boa vantagem para tentar chegar às oitavas de finais da quarta divisão nacional. Um empate por qualquer placar garante a Raposa na próxima fase de forma direta, assim como qualquer derrota por apenas um gol, desde que não seja 1 a 0 ou 2 a 1. A vitória simples dá a vaga ao Globo. O 2 a 1 leva a partida para os pênaltis.

A volta vai ser no próximo domingo, às 19h, no Estádio Barretão, em Ceará-Mirim, no interior do Rio Grande do Norte. 

O jogo começou morno, com o Campinense pressionando mais, porém sem muito sucesso. E foi exatamente quando o time da casa estava melhor que o Globo abriu o placar com Romarinho, aos 26 minutos. E foi um golaço. O atacante do time potiguar carregou a bola até próximo à grande área e arriscou de fora. A bola foi no ângulo direito do goleiro Glédson. Sem chances de defesa. E esta parecia ser a noite da Águia, mas 10 minutos depois do gol, o lateral Tiago foi expulso após receber o segundo cartão amarelo.

Campinense x Globo FC, Amigão (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com)Alex Sandro sofreu e bateu o pênalti (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com)

Com um a mais, a Raposa foi para cima, e fez um segundo tempo de tirar o fôlego. Aos 7, Junior Chicão desviou a cobrança de escanteio de Everaldo e a bola bateu em duas traves e não entrou. E a Raposa continou pressionando: aos 10 e aos 13, novamente com Junior Chicão, aos 22 com Jussimar, aos 28 com Reginaldo Junior. Até que aos 30, a estrela de Alex Sandro começou a brilhar. Após Magno enfiar a bola em profundidade, o atacante, que entrou no intervalo, evitou a saída, fez um drible e foi tocado por Luizão dentro da área e o árbitro marcou pênalti, que o próprio converteu. Nos acréscimos, ele ainda deu o passe para o gol da virada de Danilo

Itabaiana 0x0 Uniclinic

Por Itabaiana

Parece sina na Série D. Jogo entre Itabaiana e Uniclinic está predestinado a terminar empatado. Na tarde deste domingo, as equipes se enfrentaram no estádio Etelvino Mendonça, em Itabaiana, em jogo válido pela ida da fase 32 avos de final e foi 0 a 0. Na fase de grupos, os dois confrontos também terminaram com igualdade no marcador: 1 a 1 e 2 a 2.

Apesar do empate e do equilíbrio, o time mandante é que esteve mais próximo da vitória. Criou chances interessantes de gol. Porém, novamente pecou nas finalizações. Fabiano Tanque, nos minutos finais, perdeu uma chance incrível de levar o Itabaiana a uma a uma vitória.

Itabaiana x Uniclinic (Foto: Gustavo Costa)Itabaiana e Uniclinic ficam no empate (Foto: Gustavo Costa)

No primeiro tempo um jogo mais pegado. A Águia da Precabura criou boas chances e jogou com mais facilidade. Na volta, o Itabaiana melhorou, mas encontrou dificuldade na defesa bem posicionada do Uniclinic. Ainda desperdiçou boas chances quando chegou próximo do gol. Assim, a partida movimentada terminou sem gols.

O jogo da volta acontece no domingo que vem, às 16h, no Presidente Vargas, em Fortaleza. Um novo empate sem gols leva a decisão para os pênaltis. Empate com gols dá a classificação ao Itabaiana.

Anápolis 1x1 Caldense

Por
Poços de Caldas, MG

O Anápolis saiu atrás no placar, após belo gol do atacante Tito, perdeu um pênalti cobrado por Viola em boa defesa de Neguete e foi para o intervalo perdendo de 1 a 0. No entanto, a equipe da casa voltou bem na etapa final, cresceu no jogo e conseguiu o empate após uma jogada confusa na área da Caldense, em que Juninho Tardelli, irmão de Diego, apareceu bem posicionado para mandar para o fundo das redes.

Agora a partida decisiva vai ser realizada no próximo domingo (31), às 16h, no estádio Ronaldo Junqueira, o Ronaldão, em Poços de Caldas (MG). Um empate sem gols dá a vaga para a Caldense. Se o jogo ficar 1 a 1, a decisão vai para os pênaltis. Qualquer outro empate classifica o time goiano.

Anápolis x Caldense jogo de ida da segunda fase da Série D (Foto: Alex Joaquim / AA Caldense)Anápolis e Caldense ficaram no 1 a 1 no jogo de ida da segunda fase da Série D (Foto: Alex Joaquim / AA Caldense)

Os 90 minutos
 
O Anápolis começou pressionando muito, tentando se valer do fator casa, mas parou em uma boa atuação do goleiro Neguete e em erros de finalização. Aos 23 minutos, em uma das primeiras chegadas com perigo da Caldense, Tito recebeu na intermediária e soltou um foguete para colocar os visitantes na frente. Na sequência, o Tricolor teve um pênalti e poderia ter empatado o jogo, mas o goleiro da Veterana apareceu bem novamente, desviou a cobrança de Viola e a bola foi na trave. O Anápolis ainda pressionou no fim da etapa inicial, mas não conseguiu mexer no placar.

O Tricolor foi para cima na etapa final e quase conseguiu o empate logo aos três minutos em finalização de Juninho Tardelli para fora. O time da casa continuou com maior volume de jogo, até que aos 14 minutos, Neguete fez uma boa defesa após um lance confuso na área, mas a bola sobrou novamente para o atacante, que não perdoou e deixou tudo igual. A partir daí a partida ficou mais equilibrada e as duas equipes tiveram boas chances, mas o placar ficou mesmo em 1 a 1.

América 1x2 Altos

Por  
Paulista, PE

A maturidade do Altos venceu o nervosismo da molecada do América-PE, neste domingo (24), no Estádio Ademir Cunha. Com o 2 a 1 no placar fora de casa, construído ainda no primeiro tempo do jogo, os donos da melhor campanha até então na Série D garantiram a tranquilidade na mala para a viagem de volta ao Piauí.

A partida foi bastante disputada. Com lances ofensivos desde o primeiro minuto, em ambos os tempos, as duas equipes buscaram a vitória o tempo todo. Melhor para o Altos, que aproveitou as oportunidades, enquanto o América-PE desperdiçou boas chances.

O jogo
 
O Jacaré mostrou que não teve a melhor campanha da primeira fase à toa. Com maturidade, o Altos abriu o placar com Manoel, aos 10 minutos do primeiro tempo, e soube ter paciência após sofrer o empate (gol de Fernandinho, de pênalti, aos 22), para conseguir chegar ao segundo gol - Tiaguinho, aos 46 do primeiro tempo. Depois, bastou deixar o tempo correr e trocar passes no ataque durante a etapa final para garantir o resultado, apesar dos sustos na defesa, de contar com passes e finalizações errados do adversário e do goleiro Dida ter sido bem exigido.

América-PE x Altos no Estádio Ademir Cunha (Foto: Divulgação/América-PE)Jogadores do Altos comemoram gol no Estádio Ademir Cunha (Foto: Divulgação/América-PE)

Desespero e afobação acabaram atrapalhando o bom desempenho dos jogadores do América-PE. Com um elenco jovem e veloz, o time da casa chegou muitas vezes ao ataque, mas não soube finalizar bem e perdeu inúmeras chances, além de esbarrar no bom desempenho do goleiro adversário. O gol saiu em um lance de pênalti, mas o resultado não foi desanimador pro Mequinha. O treinador Paulo Júnior já avisou que pretende trabalhar ao longo da semana para reverter o placar no jogo da volta.

O Altos teve tranquilidade para esperar o apito final e levar o placar favorável para casa. Com o 2 a 1 no Ademir Cunha, os piauienses decidem o mata-mata podendo perder por até 1 a 0 no jogo da volta para garantir a classificação. O América-PE foi valente, mas pecou nas finalizações e agora precisa vencer por dois gols de diferença – ou vencer marcando pelo menos três gols – para conseguir a classificação.

Linense 2x1 Ituano

Por Lins, SP

O Linense saiu na frente diante do Ituano por uma vaga nas oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D ao vencer por 2 a 1 na tarde deste domingo, no estádio Gilberto, em Lins, pelo jogo de ida da segunda fase da competição.

A vitória ocorreu de virada. Após bom começo dos visitantes, que marcaram com Naylhor, aos cinco do primeiro tempo, o Elefante conseguiu a recuperação, colocando a bola na rede aos 39 ainda da etapa inicial, com Gabrielzinho, e aos 29, em gol feito por Marques.

A vaga nas oitavas de final será decidida no próximo sábado, às 15h, no estádio Novelli Júnior, em Itu. O Linense joga pelo empate ou por uma derrota por um gol de diferença, desde que marque dois gols. Em caso de 2 a 1 para o Ituano, a vaga será disputada nos pênaltis. O Galo tem que vencer por 1 a 0 ou por dois gols de diferença para se classificar no tempo normal.

O jogo

O Ituano começou dando uma blitz na defesa adversário e teve sucesso. Naylhor aproveitou rebote aos cinco do primeiro tempo e abriu o placar para os visitantes. O Galo seguiu melhor nos primeiros minutos, mas não conseguiu colocar a bola na rede novamente. Assim, o Linense conseguiu se acertar e, aos poucos, foi equilibrando a partida.

Aos 39, Gabrielzinho apareceu de surpresa no meio da zaga do Ituano e empurrou a bola para o fundo do gol, empatando a partida. A virada saiu com Marques, no segundo tempo. Em nova jogada de Gabrielzinho, que desta vez deu assistência e Marques completou: 2 a 1.

Linense x Ituano, Série D (Foto: José Luis Silva / Ag. CA Linense)Jogadores do Linense festejam gol anotado pelo garoto Gabrielzinho (Foto: José Luis Silva / Ag. CA Linense)

Parnahyba 1x2 CSA

Por  
Parnaíba, PI

O CSA deu um passo importante rumo à classificação para as oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. Jogando fora de casa, o Azulão venceu o Parnahyba por 2 a 1, no Estádio Pedro Alelaf. Bastante criticado no última partida da fase de grupos, o meia Cleyton marcou os dois gols do time alagoano, ambos no primeiro tempo, enquanto o atacante Augusto diminuiu para o Tubarão.

Com a vantagem construída no primeiro confronto, o CSA agora pode até perder por um gol de diferença [desde que seja por 1 a 0] que carimba o passaporte para a segunda fase de mata-mata da competição nacional. Em caso de vitória do Tubarão por 2 a 1, a decisão será nas cobranças de pênaltis. Para se classificar de forma direta, os piauienses precisam vencer por placar superior a 2 a 1.

Parnahyba x CSA (Foto: Wenner Tito )Cleyton marcou os dois gols da vitória do CSA sobre o Parnahyba fora de casa (Foto: Wenner Tito )

CSA e Parnahyba voltam a se enfrentar no próximo domingo, a partir das 16h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, na partida que vale a classificação para as oitavas de final da Série D. Quem passar de fase encara o vencedor do confronto entre América-PE e Altos-PI. Também neste domingo, os piauienses venceram por 2 a 1, jogando no interior de Pernambuco.

Primeiro tempo e vantagem do Azulão
Conhecedor profundo do futebol piauiense, o técnico Oliveira Canindé, procurou surpreender os donos da casa e colocou o CSA para jogar de igual para igual. Apesar das condições ruins do gramado, o Azulão chegou com perigo logo aos seis minutos, quando Washington lançou Jeferson Maranhense e o goleiro Fábio precisou sair do gol abafando nos pés do atacante da equipe alagoana. Dois minutos depois, em cobrança de escanteio, Marcos Gasolina cabeceou e levou perigo ao goleiro Jeferson. O ritmo seguia acelerado e o CSA chegou ao gol aos 13', com Cleyton, tocando na saída do goleiro do Tubarão.

Não demorou muito e o Parnahyba respondeu, aos 17 minutos, após boa jogada do habilidoso Idelvando. O camisa 7 lançou para Fabiano e o atacante chutou forte, da entrada da área, direto para fora. A vantagem no placar fez o CSA se posicionar atrás da linha bola, aguardando as ações da equipe paraibana. Sem conseguir furar a barreira maruja, o time do técnico Fernando Tonet mostrava nervosismo e a torcida começava a ficar impaciente. Aos 40 minutos, em cobrança de falta de Capela, Jeferson espalmou e Gilmar Bahia se esticou, mas não conseguiu chegar na bola. O tempo passava e o CSA ia fazendo o jogo que queria, segurando o adversário e saindo no contra-ataque. E justamente numa saída rápida, aos 42 minutos, Cleyton foi lançado, aproveitou o vacilo da zaga, invadiu a área e marcou o segundo gol dos alagoanos, o segundo dele na partida.

Parnahyba x CSA (Foto: Wenner Tito )Parnahyba tentou, mas CSA levou a vantagem no primeiro jogo do mata-mata (Foto: Wenner Tito )

Segunda etapa, queda de maqueiro no gramado e gol do Tubarão
 
Com a excelente vantagem construída no primeiro tempo, o CSA passou o ferrolho na zaga e esperava o Parnahyba deixar as brechas para assim explorar os contra-ataques. Do outro lado, precisando reverter o placar, o treinador do Tubarão colocou o atacante Ricardo Oliveira no lugar do meio-campista Márcio Tarrafa.

Num instante em que o torcedor parnaíbano estava impaciente, um fato bizarro descontraiu o momento de revolta dos piauienses que estavam no Estádio Pedro Alelaf. Ao entrar em campo para atender um jogador do CSA, um maqueiro caiu no gramado e arrancou gargalhadas do público presente. Voltando ao jogo, a mudança do treinador Tonet surtiu efeito e o Parnahyba diminuiu aos 19 minutos. Até então desaparecido no jogo, o atacante Augusto recebeu a bola na pequena área e só teve o trabalho de empurrar para o gol.

O gol do Tubarão aumentou a confiança da torcida, que acreditava e empurrava os donos da casa em busca do empate. Inteligente, o técnico Oliveira Canindé sacou Everton Heleno e colocou Marcos Antônio em campo para tentar explorar os chutes de fora da área, além de dar mais velocidade nas jogadas de contra-ataque. Os donos da casa seguiam com mais posse de bola, mas encontrava dificuldade para criar as jogadas de perigo. Aos 37 minutos, o Azulão quase amplia o marcador, com Panda, após cobrança de escanteio. Aos 43, o atacante Ricardo Oliveira caiu na área do CSA, o banco do Parnahyba ficou pedindo pênalti, mas o árbitro Sávio Pereira Sampaio mandou o jogo seguir.

Brusque 0x0 São Bento

Por
Brusque, SC

Os pouco mais de 1.200 torcedores que estiveram no estádio Augusto Bauer, na manhã deste domingo, viram um jogo pegado, de forte marcação pelo lado visitante e poucas chances reais criadas. Desta forma, Brusque e São Bento ficaram no 0 a 0, em duelo de ida da segunda fase do Brasileirão Série D. A volta acontece em Sorocaba.

Com este empate sem gols, a decisão fica aberta para o jogo da volta, marcado para o próximo domingo, às 11h, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. Para avançar, o Brusque pode empatar com gols ou vencer. O Bentão precisa apenas de uma vitória simples. Em caso de nova igualdade por 0 a 0, a decisão vai para os pênaltis.

Com o estádio recebendo um bom público, o Brusque teve iniciativa, pressionou a defesa beneditina e carimbou a trave com Eliomar. A equipe conseguia chegar na base das triangulações, mas teve muitas dificuldades com a forte marcação imposta pelo time que tem a melhor defesa da Série D. Do outro lado, o São Bento chegou timidamente e deu pouco trabalho ao goleiro Zé Carlos.
A etapa final foi um pouco diferente. Como o gol fora de casa é critério de desempate, o São Bento passou a criar algumas chances e quase marcou com Wilson Júnior. O Brusque seguiu procurando espaços na defesa, mexeu no ataque, mas não conseguiu marcar. A decisão será mesmo em Sorocaba.
Brusque x São Bento Maicon (Foto: Jesus Vicente / EC São Bento)Empate sem gols em Sorocaba leva o jogo para os pênaltis (Foto: Jesus Vicente / EC São Bento)

Espirito Santo 0x1 JMalucelli

Por
Cariacica, ES

A partida era longe do Paraná, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica, mas o JMalucelli se sentiu em casa. Tanto que, na tarde deste sábado, dominou a partida de ida da segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro 2016, derrotou o Espírito Santo, por 1 a 0, e se aproximou da classificação. O atacante Santiago, no fim do jogo, garantiu o triunfo do Jotinha.

Com o resultado positivo obtido fora de casa, o JMalucelli pode até empatar o jogo de volta, que acontece no próximo domingo, dia 31, às 16h (de Brasília), no Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba, para garantir a vaga nas oitavas de final. Ao Santão resta apenas vencer marcando pelo menos dois gols para avançar. Um placar de 1 a 0 em favor do time capixaba leva a disputa para as penalidades.



O vencedor do duelo entre Espírito Santo e JMalucelli vai encarar, nas oitavas de final, quem avançar do confronto São Bento-SP x Brusque-SC.
O jogo
Campeonato Brasileiro Série D 2016: Espírito Santo x JMalucelli (Foto: Vitor Jubini/A Gazeta) 
Campeonato Brasileiro Série D 2016: Espírito Santo x JMalucelli (Foto: Vitor Jubini/A Gazeta)

O JMalucelli começou pressionando o time do Espírito Santo, que só se defendia e não conseguia agredir o time paranaense. As principais jogadas dos visitantes passavam pelos pés do atacante Quirino, que se movimentava por todo o campo. Eraldo, em boa cobrança de falta, acertou a trave do goleiro Fabricio na melhor chance do Santão na primeira etapa. Mesmo com toda a pressão do JMalucelli, o jogo foi para o intervalo sem alteração no placar.

O segundo tempo começou assim como terminou o primeiro, com o JMalucelli no ataque, pressionando o Espírito Santo. A equipe paranaense tentava de todas as formas chegar ao gol, mas o goleiro Allan Faria, em tarde inspirada, conseguia parar o ataque adversário. Mas de tanto insistir, os visitantes chegaram ao gol com Santiago. O atacante Recebeu dentro da área, e mesmo marcado por dois jogadores do Espírito Santo, chutou e a bola desviou na zaga, encobrindo o goleiro. O Santão tentou reagir mas esbarrou nas próprias limitações e não conseguiu empatar a partida.

Veja quem segue vivo na próxima fase da Série D

FONTE: CBF

Trinta e dois clubes conquistaram a classificação para a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro neste domingo (17). Além dos primeiros colocados de cada grupo ao fim desta sexta rodada da primeira fase, os 15 melhores segundos também avançaram na competição. Confira quem segue vivo na competição.
Grupo A1: Atlético Acreano classificado
O Atlético Acreano bateu o Trem no Zerão, por 1 a 0, com gol de Luiz Henrique, e avançou para a ´próxima fase da Série D na liderança do Grupo A1, com 14 pontos. Pela mesma chave, no Ismael Benigno, o Nacional-AM superou o Genus-RO por 2 a 1, mas a vitória não foi suficiente para avançar na competição. Thiaguinho e Hayllan marcaram para os amazonenses e Alex descontou para o time de Porto Velho (RO),
Grupo A2: Princesa do Solimões e Palmas classificados
No Roberto Marinho, o Baré-RR recebeu o Princesa do Solimões e foi goleado por 4 a 0. Guilherme, Leonardo, André Lima e Jefferson marcaram os gols da equipe, que avançou na primeira colocação do Grupo A2, com 13 pontos. Pela mesma chave, o Palmas bateu o São Francisco-PA no Colosso dos Tapajós e avançou no segundo lugar, com dez pontos. Vaguinho e Thiago marcaram para os palmenses e Alan Peterson descontou para os paraenses. 
Grupo A3: São Raimundo-PA e Náutico-RR classificados
No Aluizio Ferreira, o Rondoniense venceu o São Raimundo-PA por 2 a 1, mas não conseguiu avançar. Foi a própria equipe paraense que avançou, na liderança do Grupo A3, com 13 pontos. Canhoto marcou os dois gols do Periquito e Jair descontou para o Alvinegro do Tapajós. Na Arena da Floresta, com gol de Adriano Lousada, para o Rio Branco-AC, e Romário, para o Náutico-RR, as equipes ficaram no 1 a 1. Na segunda colocação da chave, com nove pontos, o Alvirrubro avançou na competição.
Grupo A4: Moto Club e Águia classificados
No Castelão, com gols Felipe Dias, Marco Goiano, Cris e Miler, o Moto Club bateu o Santos-AP por 4 a 0 e avançou para a próxima fase da Série D. A equipe conquistou a segunda colocação do grupo A4, com dez pontos. Quem se classificou em primeiro da chave foi o Águia, com 11 pontos. No João Ribeiro, com gols de Valdanes e Alexandre, o time de Marabá bateu o Tocantinópolis-TO por 2 a 0.
Grupo A5: Juazeirense e Altos classificados
No Mauro Sampaio, o Juazeirense-BA bateu o Icasa por 4 a 0, com gols de Diego Ceará (2), Borel (contra) e Sassá e avançou para a próxima fase da Série D na segunda colocação do Grupo A5, com 11 pontos. O time que se classificou na liderança da chave foi o Altos-PI, com 16 pontos. O clube de Teresina recebeu o Maranhão-MA no Lindolfinho e venceu por 4 a 1. Genesis, Carlinhos Bala, Leone e Manoel marcaram para o Jacaré. Yuri descontou para os maranhenses.
Grupo A6: CSA e Parnahyba classificados
No Rei Pelé, CSA, com gol de Leandro Cardoso, e Parnahyba, com Augusto, ficaram no 1 a 1 e avançaram para a próxima fase da Série D. Os alagoanos passaram em primeiro, com 11 pontos, e os piauienses na segunda colocação do Grupo A6, com nove. Também pela chave, no Luiz Lacerda, Central e Guarani de Juazeiro empataram pelo mesmo placar e se despediram da competição. Altemar marcou para os pernambucanos e Aylton Alemão fez contra para os cearenses. 
Grupo A7: América-PE e Globo-RN classificados
Com gols de Iranílson e Fernandinho, o América-PE bateu o Galícia, que marcou com Felipe, por 2 a 1, no Ademir Cunha, e avançou para a próxima fase da Série D, na segunda colocação do Grupo A7, com dez pontos. O classificado na liderança, com 11 pontos, foi o Globo-RN, que recebeu o Sousa-PB no Manoel Barreto e ficou no 1 a 1. O gol da equipe potiguar foi marcado por Thiago Lima e Rodrigo Poty fez para os paraibanos.
Grupo A8: Uniclinic e Itabaiana classificados
No Presidente Vargas, com gols de Preto Barbacena (2), Enercino e Jô Boy, o Uniclinic bateu o Serra Talhada por 4 a 0 e avançou para a próxima fase da Série D na liderança do Grupo A8, com 12 pontos. No Etelvino Mendonça, o Itabaiana, que avançou no segundo lugar da chave, com 11 pontos, bateu o Potiguar por 3 a 0. Everton, Clóvis e Léo Paraíba fizeram os gols.
Grupo A9: Campinense e Fluminense de Feira classificados
No Amigão, o Campinense bateu o Murici por 1 a 0, com gol de Danilo, chegou ao primeiro lugar do Grupo A9, avançando para próxima fase da competição, com 10 pontos. No Joia da Princesa, o Fluminense de Feira de Santana ficou no 0 a 0 com o Sergipe e se classificou na segunda colocação, com nove pontos. 
Grupo A10: Ceilândia e Aparecidense classificados
No Douradão, o Comercial recebeu o Ceilândia e acabou derrotado por 2 a 0. Os dois gols da equipe, que avançou na liderança do Grupo A10, com 15 pontos, foram marcados por Gilvan. Pela mesma chave, a Aparecidense derrotou o Araguaia-MT por 3 a 2, no Aníbal Toledo, e ficou com a segunda colocação, com 13 pontos. Wallinson, Leonardy e Foguinho marcaram para os goianos e Juninho e Café descontaram para a Pantera do Vale.
Grupo A11: Anápolis e Sete de Dourados classificados
No Gigante do Norte, o Anápolis bateu o Sinop-MT por 2 a 0, com gols de Neílson e Régis, e avançou para a próxima fase da Série D na segunda colocação do Grupo A11, com 11 pontos. O líder foi o Sete de Dourados, com a mesma pontuação e melhor saldo, que enfrentou o Luziânia na Serra do Lago e ficou no 0 a 0.
Grupo A12: Volta Redonda e URT classificados
No Raulino de Oliveira, o Volta Redonda aplicou uma goleada de 4 a 0 sobre o Goianésia e avançou para a próxima fase da Série D na liderança do Grupo A12, com 14 pontos. Marcos Júnior, Luquinha, Pablo e Dija Baiano marcaram para o Voltaço. Quem também se classificou, na segunda posição, com 13 pontos, foi o URT. No Engenheiro Araripe, a equipe mineira bateu a Desportiva por 1 a 0, com gol de Tony.
Grupo A13: Caldenses e Espírito Santo classificados
No Ronaldão, a Caldense foi superada pelo Espírito Santo, por 1 a 0, com gol de Denis Pedra, mas avançou na primeira colocação do Grupo A13, com 13 pontos. Os capixabas passaram no segundo lugar, com oito. Pela mesma chave, o Boavista, com gols de Luan e Romarinho, bateu o Audax por 2 a 0, no José Liberatti, e as duas equipes se despediram da Série D.
Grupo A14: São Bento-SP classificado
No Passo D'Areia, o São Bento-SP derrotou o São José-RS, por 1 a 0, e avançou para a próxima fase da Série D como líder do Grupo A14, com 13 pontos. Pela mesma chave, a Portuguesa-RJ bateu o Villa Nova-MG, no Luso-Brasileiro, por 1 a 0, com gol de Gilcimar, e as duas equipes deram adeus ao Brasileiro da Série D.
Grupo A15: Brusque e J. Malucelli classificados
No Augusto Bauer, com três gols de Toni e um de Rafael Xavier, o Brusque goleou o Madureira por 4 a 0 e avançou para a próxima fase da Série D na segunda colocação do Grupo A15, com 9 pontos. Quem passou em primeiro foi o J. Malucelli, que ficou no 1 a 1 com o Novo Hamburgo, no Ecoestádio. Santiago fez para os donos da casa e Saldanha para os visitantes.
Grupo A16: Linense e Inter de Lages classificados
No Gilbertão, o Inter de Lages bateu o Linense por 1 a 0, com gol de Marcelinho Paraíba em cobrança de falta, e avançou para a próxima fase da Série D na primeira colocação do Grupo A16, com dez pontos. A equipe de Lins (SP), com a mesma pontuação, se classificou no segundo lugar. Pela mesma chave, no Aldo Dapuzzo, o São Paulo-RS venceu o PSTC por 2 a 0 e as duas equipes deixaram a competição.
Grupo A17: Caxias e Ituano classificados
No Willie Davids, Maringá, com gol de Vinícius, e Ituano, com gol de Claudinho, ficaram no 1 a 1 e os paulistas avançaram para a próxima fase da Série D na primeira colocação do Grupo A17, com 13 pontos. No Sesi de Blumenau, com gols de Jajá e Cleiton, o Caxias bateu o Metropolitano por 2 a 0 e se classificou com o segundo lugar da chave, com nove pontos.

Confrontos Segunda-fase


Atlético/AC x Náutico
Princesa x Palmas



São Raimundo x Juazeirense
Águia x Moto Club



Altos x América
CSA x Parnahyba



Globo x Campinense
Uniclinic x Itabaiana



Ceilândia x Aparecidense
Sete Dourados x Fluminense



V. Redonda x URT
Caldense x Anápolis



São Bento x Brusque
JMalucelli x Espirito Santo



Inter de Lages x Caxias
Ituano x Linense

GRUPO A17

1ª Rodada - 12/06
Caxias 2x1 Metropolitano
Ituano 4x0 Maringá

2ª Rodada - 19/06
Maringá 3x0 Caxias
Metropolitano 0x2 Ituano
 
3ª Rodada - 26/06
Metropolitano 2x0 Maringá
Caxias x Ituano
 
4ª Rodada - 3/07
Ituano x Caxias
Maringá x Metropolitano
 
5ª Rodada - 10/07
Caxias x Maringá
Ituano x Metropolitano

6ª Rodada - 17/07
Metropolitano x Caxias
Maringá x Ituano

GRUPO A16


1ª Rodada - 12/06
Inter de Lages 1x2 Linense
PSTC 1x2 São Paulo

2ª Rodada - 19/06
São Paulo 2x1 Inter de Lages
Linense 2x4 PSTC
 
3ª Rodada - 26/06
Linense x São Paulo
PSTC x Inter de Lages
 
4ª Rodada - 3/07
São Paulo x Linense
Inter de Lages x PSTC
 
5ª Rodada - 10/07
Inter de Lages x São Paulo
PSTC x Linense

6ª Rodada - 17/07
Linense x Inter de Lages
São Paulo x PSTC

Mural